sábado, 31 de março de 2012



Quantas peças de fruta por dia?

A fruta é um componente fundamental numa alimentação saudável e equilibrada, fornece vitaminas, minerais, fitoquímicos com elevado poder antioxidante e tem um sabor doce que ajuda a colmatar o desejo de doces. Desmistifica desde já os mitos relativos a este grupo de alimentos tão importante à tua mesa.
Quantas peças por dia? Procura comer entre 2 e 4 peças de fruta , ajusta as porções às tuas necessidades de hidratos de carbono. Se queres emagrecer, fica entre 2 e 3 peças, se tens alguma liberdade podes chegar às 4 peças de fruta.
A fruta à refeição engorda? Não, a fruta tem as mesmas calorias antes, durante e depois de refeição. E "o que engorda" é o o excesso de calorias consumidas. E ainda beneficias do seu efeito digestivo.
Posso misturar frutas? Sim, podes, sob o princípio da variedade na alimentação deves combinar diferentes variedades de fruta diariamente: citrinos, frutos vermelhos, frutos tropicais e fruta da época.
Posso comer fruta sozinha? Sim, a fruta pode ser uma excelente merenda leve, no entanto por questões de saciedade recomendamos-te que combines com um alimento rico em proteína (por exemplo, iogurte) ou um fruto seco, por exemplo algumas amêndoas.
E a banana? A banana é uma fruta mas tem particularidades, ao contrário das restantes tem sobretudo amido e não frutose e glucose, na prática assemelha-se muito aos cereais do ponto de vista nutricional pelo que podes utilizá-la num lanche em vez do pão ou de flocos de cereais.
> ALTERAÇÃO AO CÓDIGO DO TRABALHO


>

> Art.º 1.º

>

> INDUMENTÁRIA

>

> 1 - Informamos que o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo com o seu Salário.

>

> 2 - Se o virmos calçado com uns ténis Adidas de € 100 ou com uma bolsa Gucci de € 150, presumiremos que está muito bem de finanças e portanto, não precisa de aumento.

>

> 3 - Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e portanto, não precisa de aumento.

>

> 4 - E se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e portanto, não precisa de aumento.

>

> Art.º 2.º

>

> AUSÊNCIA DEVIDO A DOENÇA

>

> 1 - Não vamos mais aceitar uma declaração do médico como prova de doença.

>

> 2 - Se o funcionário tem condições para ir até ao consultório médico também tem para vir trabalhar.

>

> Art.º 3.º

>

> CIRURGIA

>

> 1 - As cirurgias são proibidas.

>

> 2 - Enquanto o funcionário trabalhar nesta empresa, precisará de todos os seus órgãos, portanto, não deve pensar em tirar nada. Nós contratámo-lo inteiro.

>

> 3 - Remover algo constitui quebra de contrato.

>

> Art.º 4.º

>

> AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS

>

> Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano. Chamam-se Sábados e Domingos.

>

> Art.º 5.º

>

> FÉRIAS

>

> Todos os funcionários têm direito a gozar ainda até mais 9 dias de férias nos seguintes dias de cada ano:

>

> 1 de Janeiro,

>

> Dia de Páscoa

>

> 25 de Abril,

>

> 1 de Maio,

>

> 10 de Junho,

>

> 15 de Agosto,

>

> 1 de Novembro,

>

> 8 de Dezembro.

>

> 25 de Dezembro.

>

> Art.º 6.º

>

> AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO

>

> 1 - Esta não é uma justificação para perder um dia de trabalho.

>

> 2 - Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos.

>

> 3 - Todo o esforço deverá ser empenhado para que os não-funcionários cuidem dos detalhes. Nos casos raros, onde o envolvimento do funcionário é necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde.

>

> 4 - Teremos prazer em permitir que o funcionário trabalhe durante o horário do almoço e, daí sair uma hora mais cedo, desde que o seu trabalho esteja em dia.

>

> Art.º 7.º

>

> AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PRÓPRIA MORTE

>

> Isto será aceite como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

>

> Art.º 8.º

>

> O USO DO WC

>

> 1 - Os funcionários estão a passar tempo demais na casa de banho.

>

> 2 - No futuro, seguiremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo,

>

> 3 - Todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as 9:00 e 9:20, aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc. Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte.

>

> 4 - Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.

>

> 5 - Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3minutos na sanita. Acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e Intranet do Serviço com o título infractor Crónico.

>

> Art.º 9.º

>

> A HORA DO ALMOÇO

>

> 1 - Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam comer mais para parecerem saudáveis.

>

> 2 - As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada que sustente o seu corpo mediano.

>

> 3 - Os gordos têm 5 minutos, porque é tudo que precisam para tomar uma salada e um moderador de apetite.

>

> Muito obrigado pela sua fidelidade à nossa empresa. Estamos aqui para proporcionar uma experiência laboral positiva. Portanto, todas as dúvidas, comentários, preocupações, reclamações, frustrações, irritações, desagravos, insinuações, alegações, acusações, observações, consternações e quaisquer outras... 'ões' deverão ser dirigidas para outro lugar.

>

> Tenham uma boa semana.

>

> A Administração.

quinta-feira, 29 de março de 2012



És patriota? Ou é só quando joga a selecção?‏


.- Os produtos agrícolas alemães têm bactérias, os espanhóis são de plástico, os chilenos não sabem a nada,
consome portugueses, viva a pêra rocha.

- Os produtos chineses não têm qualidade, consome produtos portugueses.

- A comida chinesa e vietnamita é perigosa, a japonesa é radioactiva, a mexicana tem gripe A, a italiana engorda, o fast-food provoca enfartes, consome portuguesa.

- Delta é o melhor café do mundo, não bebas italiano ou da Nestlé só porque o anúncio é giro e a máquina fica bem na cozinha ou porque a amiga também tem.

- O queijo francês e o grego sabem a m..da, consome português.

- Temos os melhores lacticínios. Acabaram com os iogurtes Longa Vida, mas ainda há Mimosa. Usa os Lacticínios dos AÇORES.

- O nosso vinho é fabuloso e é a única agricultura que temos, bebe-o.

- A Sagres e a Superbock são objectivamente as melhores cervejas do mundo, não bebas Carlsberg ou Heineken só porque é fino ou cerveja alemã que sabe a mijo ou cerveja mexicana que é só água.

- Não bebas xaropadas escocesas, russas ou mexicanas, tens aguardente velha e Licor Beirão ou Moscatel ou Favaios.

- Se bebes a xaropada da Fanta quando tens Sumol, és muita estúpido(a).

- Néctares: a Compal é obviamente a melhor.

- Tens bolachas Triunfo, a Cuetara é uma mistela. - Os aviões da Air-France caem, voa pela TAP.

- Queres praia? Usa os km e km de óptimas praias portuguesas com qualidades terapêuticas.
- Não vistas espanholices sem qualidade,
tens Sacoor, Throttleman, Salsa e Quebramar entre outros.

- Queres creme, tens Barral. Os outros fazem mal!

Etc...

Etc..

terça-feira, 27 de março de 2012

Um passeio de domingo
Serra dos Candeeiros
Batalha
Pia do Urso


A Serra dos Candeeiros é uma elevação de Portugal Continental, com 610 metros de altitude. Situa-se nos concelhos de Rio Maior, Alcobaça e Porto de Mós, marcando a fronteira entre o Ribatejo e o Oeste. É conhecida pelas suas impressionantes grutas naturais; aí se situa o Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.
Sendo uma das primeiras elevações junto à orla marítima, é um excelente local para a produção de energia eólica onde está instalado um parque com a capacidade de produzir 111 MW.
Na Serra dos Candeeiros existem várias pedreiras.



O nosso ciclista



Tio e sobrinha 

Tio babado à espera do sobrinho

Uma salva de palmas para o nosso ciclista

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória (mais conhecido como Mosteiro da Batalha situa-se na Batalha, Portugal, e foi mandado edificar por D.João I de Portugal como agradecimento à Virgem Maria pela vitória na Batalha de Aljubarrota.Este mosteiro dominicano foi construído ao longo de dois séculos, desde o início em 1386 até cerca de 1517, ao longo do reinado de sete reis de Portugal, embora desde 1388 já ali vivessem os primeiros dominicanos. Exemplo da arquitectura gótica tardia portuguesa, ou estilo manuelino, é considerado património mundial pela UNESCO, e em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal.[3] Em Portugal, o IPPAR ainda classifica-o como Monumento Nacional, desde 1910.














 A  parte mais emocionante da visita ao mosteiro foi, sem dúvida o render da guarda, “ouvir os passos dos militares  faz coração bater muito depressa…!! É emocionante!





Pia do Urso

Localizada na freguesia de São Mamede, esta aldeia recuperada mostra aos visitantes as habitações em pedra típicas desta região serrana. Envolvida por uma bela paisagem, tem o primeiro Ecoparque Sensorial de Portugal, destinado a invisuais, dando-lhes a conhecer o local através dos restantes sentidos, nomeadamente o tacto e o olfacto.
Ao longo do percurso podem observar-se as formações geológicas - as chamadas pias - onde antigamente os ursos bebiam água.

















Margaret Thatcher não estava errada!
RELEMBRANDO E AVISANDO AOS NAVEGANTES...
Sabe quantos países com governo socialista restam agora em toda a União Européia?
Apenas 3:
1. Grécia
2. Portugal
3. Espanha.
Os 3 estão endividados até o pescoço.
Por que será, heim?
A esquerda não diz que o socialismo é a solução p/ o mundo?
Como bem disse Margaret Thatcher quando 1ª Ministra da Grã-Bretanha:
"O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros"
A frase abaixo foi dita no ano de 1931, por Adrian Rogers
"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.
Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo que tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a..?
Adrian Rogers, 1931

quarta-feira, 21 de março de 2012



É sempre bom reler...

TELEVISÃO NÃO NOTICIOU...(Porquê? Quem sabe...)


Nem o Miguelito Sousa Tavares. Porque será???


*Ora, aqui está algo para animar a malta!

Domingo, 9 de Janeiro de 2011
Uma Ovelha Negra Não Estraga o Rebanho



No meio da crise sócio/económica e do cinzentismo emocional instalado no
país há vários meses, eis que o *relatório PISA* trouxe algumas boas
evidências para Portugal.


E a melhor de todas, a que considero verdadeiramente paradigmática, foi
omitida pela maioria dos órgãos de comunicação social: Mais de 90% dos
alunos portugueses afirmaram ter uma imagem positiva dos seus professores!


O relatório conclui que *os professores portugueses são os que têm a imagem
mais positiva de entre os docentes dos 33 países da OCDE*, tendo em 2006
aumentado 10 pontos percentuais.


O mesmo relatório conclui que os professores portugueses *estão sempre
disponíveis para as ajudas extras aos alunos e que mantêm com eles um
excelente relacionamento.*


Estas evidências são altamente abonatórias para os professores portugueses e
deveriam ter sido amplamente divulgadas pelos órgãos de comunicação social
(e pelos habituais *"fazedores de opinião"* luxuosamente remunerados que
escrevem para os jornais ou são comentadores na rádio e na televisão)
que* ostensivamente consideram os professores do ensino básico e secundário
uma classe pouco profissional*, com imensos privilégios e luxuosas
remunerações...


Uma classe profissional que deveria ser acarinhada e apoiada por todos, que
deveria ter direito às melhores condições de trabalho (salas de aula,
equipamento, formação, etc.) e que tem sido maltratada pelo poder político e
por todos aqueles que tinham o dever de estar suficientemente informados
para poder produzir uma opinião isenta para os demais membros da comunidade.


*Ao conjunto destas evidências acresce outra, onde o papel do professor é
determinante: *a inclusão*.


O relatório revela-nos que *Portugal é o sexto pais da OCDE cujo sistema
educativo melhor compensa as assimetrias sócio/económicas!*

E ainda refere que *o nosso país tem a maior percentagem de alunos
carenciados com excelentes níveis de desempenho em leitura*.


Nada acontece por acaso! Os professores portugueses são excelentes
profissionais, pessoas que se dedicam de corpo e alma aos seus alunos,
*mesmo quando são vilipendiados e ofendidos por membros de classes
profissionais tão corporativistas (ou mais!) que a dos professores*!


Como diz a quase totalidade dos alunos, os professores são excelentes
pessoas que estão sempre disponíveis para ajudar os seus alunos. Esta é que
é a realidade dos professores das escolas do ensino básico e secundário!
Obviamente que, *como em todas as demais classes profissionais, haverá
exceções à regra, aqueles que não cumprem, não assumem as suas
responsabilidades, não justificam o ordenado que recebem.* Mas, assim como
uma andorinha não faz a primavera, também uma ovelha negra não estraga um
rebanho.



Pergunto: porque se escondem os arautos da desgraça, detentores da verdade
absoluta, que estão sempre na linha da frente para achincalhar os
professores do ensino básico e secundário.* Estranha-se o silêncio*.

domingo, 18 de março de 2012

Neste  lindo poema de João de Araújo Correia, ilustre escritor duriense, está também o meu sentir. 
Partilho-o com carinho e orgulho de tõ ilustre conterrâneo.
 
DURIUS DULCIS 
                              
Depois que me senti envelhecer,
Passo horas e horas no meu lar,
De janela em janela, a espreitar
O breve mundo que me viu nascer.

Tem montes que não deixam de crescer,
Videiras que ninguém pode contar,
Oliveiras que vivem a rezar
E um rio que não para de correr.

Este pedaço de viril beleza,
Este painel de rica natureza
Irá comigo para o Além.

Sempre lhe quis e sempre o defendi,
Fui eu até que um dia o descobri...
Não o posso deixar a mais ninguém.





sexta-feira, 16 de março de 2012



Carta a professores, alunos, pais, governantes, cidadãos e quaisquer outros que possam sentir-se tocados e identificados 
por Sara Fidalgo a Sexta-feira, 9 de Março de 2012 às 12:21 ·

As reformas na educação estão na boca do mundo há mais anos do que os que conseguimos recordar, chegando ao ponto de nem sabermos como começaram nem de onde vieram. Confessando, sou apenas uma das que passou das aulas de uma hora para as aulas de noventa minutos e achei aquilo um disparate total. Tirava-nos intervalos, tirava-nos momentos de caçadinhas e de saltar à corda e obrigava-nos a estar mais tempo sentados a ouvir sobre reis, rios, palavras estrangeiras e números primos.
Depois veio o secundário e deixámos de ter “folgas” porque passou a haver professores que tinham que substituir os que faltavam e nós ficávamos tristes. Não era porque não queríamos aprender, era porque as “aulas de substituição” nos cansavam mais do que as outras. Os professores não nos conheciam, abusávamos deles e era como voltar ao zero.
Eu era pequenina. E nunca me passou pela cabeça pensar no lado dos professores.Até ao dia 1 de Março.
Foi o culminar de tudo. Durante semanas e semanas ouvi a minha mãe, uma das melhores professoras de Inglês que conheci,  o meu pilar, a minha luz, a minha companhia, a encher a boca séria com a palavra depressão. A seguir vinham os tremores, as preocupações, as queixas de pais, as crianças a quem não conseguimos chamar crianças porque são tão indisciplinadas que parece que lhes falta a meninice. Acreditem ou não, há pais que não sabem o que estão a criar. Como dizia um amigo meu: “Antigamente, fazíamos asneiras na escola e quando chegávamos a casa levávamos uma chapada do pai ou da mãe. Hoje, os miúdos fazem asneiras e os pais vão à escola para dar a dita chapada nos professores”. Sim, nos professores. Aqueles que tomam conta de tantos filhos cujos pais não têm tempo nem paciência para os educar. Sim, os professores que fazem de nós adultos competentes, formados, civilizados. Ou faziam, porque agora não conseguem.
A minha mãe levou a maior chapada de todas e não resistiu. Desculpem o dramatismo mas a escola, o sistema educativo, a educação especial, a educação sexual, as provas de aferição e toda aquela enormidade de coisas que não consigo sequer enumerar, levaram deste mundo uma das melhores pessoas que por cá andou. E revolta-me não conseguir fazer-lhe justiça.
Professores e responsáveis pela educação, espero que leiam isto e acordem, revoltem-se, manifestem-se (ainda mais) mas, sobretudo e acima de qualquer outra coisa, conversem e ajudem-se uns aos outros. Levem a história da minha mãe para as bocas do mundo, para as conversas na sala dos professores e nos intervalos, a história de uma mulher maravilhosa que se suicidou não por causa de uma vida instável, não por causa de uma família desestruturada, não por dificuldades económicas, não por desgostos amorosos mas por causa de um trabalho que amava, ao qual se dedicou de alma e coração durante 36 anos.  
De todos os problemas que a minha mãe teve no trabalho desde que me conheço (todos os temos, todos os conhecemos), nunca ouvi a palavra “incapaz” sair da boca dela. Nunca a vi tão indefesa, nunca a conheci como desistente, nunca pensei ouvir “ando a enganar-me a mim mesma e não sei ser professora”. Mas era verdade. Ela soube. Ela foi. Ela ensinou centenas de crianças, ela riu, ela fez o pino no meio da sala de aulas, ela escreveu em quadros a giz e depois em quadros electrónicos. Ela aprendeu as novas tecnologias. O que ela não aprendeu foi a suportar a carga imensa e descabida que lhe puseram sobre os ombros sem sentido rigorosamente nenhum. Eu, pelo menos, não o consigo ver.
E, assim, me manifesto contra toda esta gentinha que desvaloriza os professores mais velhos, que os destrói e os obriga a adaptarem-se a uma realidade que nunca conheceram. E tudo isto de um momento para o outro, sem qualquer tipo de preparação ou ajuda.
Esta, sim, é a minha maneira de me revoltar contra aquilo que a minha mãe não teve forças para combater. Quem me dera ter conseguido aliviá-la, tirar-lhe aquela carga estupidamente pesada e que ninguém, a não ser quem a vive, compreende. Eu vivi através dela e nunca cheguei a compreender. Professores, ajudem-se. Conversem. E, acima de tudo, não deixem que a educação seja um fardo em vez de ser a profissão que vocês escolheram com tanto amor.
Pensem no amor. E, com ele, honrem a vida maravilhosa que a minha mãe teve, até não poder mais.
Sara Fidalgo
P.S. - Não posso deixar de agradecer a todos os que nos ajudaram neste momento de dor *

segunda-feira, 12 de março de 2012

SER PAI...



Parabéns a todos aqueles que são pais!!!
Viva o dia 19 de Março que se avizinha!

Páscoa

 





Páscoa


A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra "páscoa" - do hebreu "peschad", em grego "paskha" e latim "pache" - significa "passagem", uma transição anunciada pelo equinócio de primavera. Para os antigos, festejar a Primavera (tal como a Páscoa) sempre representou a alegria da passagem de um tempo escuro e triste para um mundo iluminado, de vida nova na Natureza. Era uma espécie de renascer.



Para entender o significado da Páscoa cristã, é necessário voltar à Idade Média e lembrar que os antigos povos pagãos europeus, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Easter, em inglês, derivada de Eostre, deusa anglo-saxã do amanhecer. Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres.

                                           

Os antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.Acreditava-se que receber ovos pintados trazia boa sorte, fertilidade, amor e fortuna.

                                                       

Em hebraico, temos a "Pessach", a chamada "Páscoa Judaica", que se originou quando os hebreus, há cerca de 3 mil anos, celebraram o êxodo e libertação do seu povo, após 400 anos de cativeiro no Egito, pela mão de Moisés. Comemoravam assim a passagem da escravidão para a libertação: saíram do solo egípcio, ficaram 40 anos no deserto até chegar à região da Palestina, terra prometida, atualmente chamada de Israel.

                                                                 

A festa da Páscoa passou a ser uma festa cristã após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na quinta-feira santa. Os fiéis cristãos celebram a ressurreição de Cristo e sua elevação ao céu. As imagens deste momento são a morte de Jesus na cruz e a sua aparição. A celebração sempre começa na quarta-feira de cinzas e termina no domingo de Páscoa: é a chamada semana santa. A data cristã foi fixada durante o Concílio de Nicea, em 325 d.C, como sendo "o primeiro domingo após a primeira Lua Cheia que ocorre após ou no equinócio da primavera boreal".
 
                                                             

segunda-feira, 5 de março de 2012


O jornal impresso, como sempre o conhecemos, realmente não poderá ser subtituido pela internet
A seguir alguns dos importantes usos do jornal:
 Uso doméstico:
Amadurecer banana, abacate...
Recolher lixo.
Limpar vidros.
Dobradinho, serve para alinhar os pés da mesa.
Embrulhar louças na mudança.
Recolher a sujeira do cachorro.
Forrar a gaiola do passarinho.
Cobrir os móveis e o piso antes de pintar a casa.
Evitar que entre água por baixo da porta.
Proteger o piso da garagem quando o carro está vazando óleo.
Matar moscas, baratas e demais insetos.
Na época da crise econômica, usá-lo como papel higiênico, mesmo que seja um pouco duro.

Uso educativo: 
Bater no focinho do cachorro quando faz xixi dentro de casa.
Fazer barquinhos de papel.
Arrancar um pedacinho em branco para anotar número de telefone.

 Usos comerciais: 
Alargar o sapato.
Rechear bolsas para conservar a forma.
Embrulhar peixes.
Embrulhar pregos na loja de produtos para construção.
Fazer um chapeuzinho para o pintor ou para o pedreiro.
Cortar moldes para o alfaiate ou para a costureira.
Embrulhar quadros.
Embrulhar flores.

 
Uso festivo: 
Acender a churrasqueira.
Rechear a caixa de presente-surpresa.

 Outros Usos: 
Para os seqüestradores usarem suas letras nas cartas.
Fazer bolinhas para jogar nos companheiros de classe.
Fazer uma capinha para o machado ou foice.
Nos filmes, para os bandidos esconderem o revolver.
Para se esconder atrás dele quando não quiser que te vejam.

Ah!!!!!!
E por último:
Para ler as notícias.
Poderia me dizer se você consegue fazer tudo isso com o computador?

sábado, 3 de março de 2012

A rota da seda.wmv


Para Distrair , Alegrar e Confundir...

                CORRIGINDO 20 VELHOS DITADOS. 

01-
 "É dando que se ... engravida". 
02-
 "Quem ri por último... é retardado". 
03-
 "Alegria de pobre... é impossível". 
04-
 "Quem com ferro fere.... não sabe como dói". 
05-
 "Em casa de ferreiro.... só tem ferro". 
06-
 "Quem tem boca... fala. Quem tem grana é que vai a Roma!" 
07-
 "Gato escaldado... morre!" 
08-
 "Quem espera... fica de saco cheio." 
09-
 "Quando um não quer... o outro insiste." 
10- 
"Os últimos serão ... os desclassificados." 
11-
 "Há males que vêm para ... acabar com tudo mesmo!" (essa é ótima!!!)
 
12-
 "Se Maomé não vai à montanha... é porque ele se mandou pra praia." 
13-
 "A esperança... e a sogra são as últimas que morrem." 
14-
 "Quem dá aos pobres..... cria o filho sozinha." rsrsrsrsrsr....
15-
 "Depois da tempestade vem a ..... gripe." 
16-
 "Devagar..... nunca se chega." 
17-
 "Antes tarde do que ... mais tarde." 
18-
 "Em terra de cego quem tem um olho é ... caolho." 
19-
 "Quem cedo madruga... fica com sono o dia inteiro." 
20-
 "Pau que nasce torto... urina no chão."
  Eu não me importo..... 

sexta-feira, 2 de março de 2012


LEIAM, de preferência, com atenção…
 Estou cansado


Descrição: 96883F17-0519-47E5-AD5D-D7672C082AC8@dlt.dccnet.com

Bill Cosby "I'm 74 and Tired" (Born July 12th. 1937) 
"Tenho 74 anos e  estou cansado"
 

    Tenho 74 anos. Excepto num breve período na década de 50 quando fiz o meu serviço militar, 
tenho trabalhado duro desde que eu tinha 17 anos. Excepto por alguns graves desafios de saúde, 
tinha 50 horas por semana,
 e não caí doente em quase 40 anos. Tinha um salário razoável, mas eu não herdei o meu trabalho
 ou o meu rendimento. Eu trabalhei 
para chegar onde estou. Dada a economia, parece que, embora, a reforma foi uma má idéia, e estou
 cansado. Muito cansado. 
 
    Estou cansado de que me digam que eu tenho que "distribuir a riqueza" para as 
pessoas que não têm a minha ética de trabalho. Estou cansado de que me digam que o governo 
fica com o dinheiro que eu ganho, 
pela força se necessário, e dá-o a pessoas com preguiça para ganhá-lo. 
 
    Estou cansado de que digam que o Islão é uma "religião da paz", quando todos
 os dias eu leio dezenas de histórias de homens muçulmanos  a matar suas irmãs, 
esposas e filhas pela "honra" da sua família; de tumultos de muçulmanos sobre 
alguma ligeira infracção; de muçulmanos a assassinar cristãos e judeus porque
 não são
"crentes"; de muçulmanos queimando escolas para meninas; de muçulmanos 
apedrejando adolescentes, vítimas de estupro, até a morte por "adultério"; de 
muçulmanos a mutilar o genital das meninas, tudo em nome de Alá, porque o 
Alcorão e a lei Sharia diz para eles o fazerem.
  
Estou cansado de que me digam que por "tolerância para com outras culturas" 
devemos deixar que Arábia Saudita e outros países árabes usem o nosso dinheiro
 do petróleo para financiar mesquitas e escolas madrassas islâmicas para pregar 
o ódio na Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, 
enquanto que ninguém desses países está autorizado a fundar uma sinagoga, 
igreja ou escola religiosa na Arábia Saudita ou qualquer outro país árabe, para
 ensinar amor e tolerância ..
  
Estou cansado de que me digam para eu  baixar o meu padrão de vida para lutar 
contra o aquecimento global, o qual não me é permitido debater.
   
Estou cansado de que me digam que os toxicodependentes têm uma doença, e 
eu tenho que ajudar no apoio e tratá-los, pagar pelos danos que eles fazem.
Foi um germe gigante, a sair correndo de um beco escuro,   a agarrá-los, e  a 
enchê-los de pó branco pelo seu nariz ? ... Ou a enfiar uma agulha em seu braço,
 enquanto tentaram combatê-los?... E os que fumam desprezando o próximo, quem 
os "obrigou"?

Estou cansado de ouvir ricos atletas, artistas e políticos de todas os partidos 
falarem sobre erros inocentes, erros estúpidos ou erros da juventude, quando 
todos sabemos que eles pensam que seus únicos erros foi serem apanhados.
 Estou cansado de pessoas com  senso do direito... Rico ou pobre.
 
Estou realmente cansado de pessoas que não assumem a responsabilidade 
por suas vidas e acções. Estou cansado de ouvi-los culpar o governo, de
 discriminação pelos "seus problemas."
 
Eu também estou cansado e farto de ver homens e mulheres jovens em sua
 adolescência e início de 20 anos serem "doca" de tatuagens e pregos na face, 
tornando-se não-empregáveis e reivindicando dinheiro do governo ... Dos nossos 
impostos (de quem trabalha e produz)
 
Sim, estou muito cansado. Mas também estou feliz por ter 74 .. 

Porque, não vou ter de ver o Mundo que essas pessoas estão CRIANDO.
 
Eu só estou triste por minha neta e os seus filhos. Graças a Deus estou no 
caminho de saída e não no caminho de entrada

Não há maneira de isto ser amplamente divulgado... A menos que cada um de 
nós colabore, enviando e ganhando força para contrariar esse (mau) caminho 
que o Mundo, por força de (péssimos) governantes, nos está proporcionando.
 
Esta é sua chance de fazer a diferença. 

 Descrição: C7FB19B0-2D5E-4E69-850C-4B341DA210E2@dlt.dccnet.com

" I'm 74 and I'm tired.

(Tenho 74 e estou cansado)